O belo transgressor

Atualizado: 18 de dez. de 2021



Após quase vinte dias internado com COVID meu tio Sandro partiu para pintar telas em outra vizinhança. Suas cores marcantes, formas expressivas e temas cortantes sempre estiveram no futuro, não tinham relação com o esse mundo chato. Por elas quase escuto sua gargalhada tão característica. Seu tempo, mundo e encantos eram outros. Artista plástico, professor da EAV Parque Lage, crítico, performance e ator foi um artista completo. Teve até filme em seu nome e deu conta de formar uma geração inteira de jovens artistas no Parque Lage ou no seu atelier em Copacabana. Com ele compreendi o sentido de adentrar em um espaço de um artista pleno, sem concessões. Das histórias de Sandro lembro de algumas muitas boas, contadas repetidas vezes por ele ou por outros que vivenciaram in loco. Assim, em reuniões de família sempre tinha algo para dizer. Visitava o meu pai para dar uma animada no "jovem", prinipalmente quando ele ficou doente. Ao chegar pedia o café ou o Matte da Maria Helena. Grande irmão e amigo! De volta para suas aventuras heróicas, lembro do caso da sua fantasia disruptiva no baile de carnaval do Botafogo, composta somente por um lençol branco e nada mais (inclusive por baixo). Foi um evento! O segundo causo é muito Sandro! Foi um trabalho de encomenda de uma esposa para um marido. Seria para celebrar o aniversário daquela figura da sociedade carioca. Tudo caminhava bem e o quadro chegara ao seu destino coberto. Afinal, era uma surpresa para o ápice da festa. Quando o figurão abriu e se viu foi um acontecimento ainda maior. Sua dança na festa de quinze anos da minha irmã foi algo que nem Fred Astaire poderia repetir. Esteve entre os seguintes ritmos: tango, gafieira e valsa. Era algo novo e, para sorte de todos, só ocorreu naquela noite. Por último, suas confusões no futebol de areia envolviam o juiz, o time adversário e toda torcida. Como alternativa valia correr para o mar ou ser mais rápido na fuga. Ele deixa três filhos e neto. Obrigado Tio!

66 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo